ISTo não é para velhos

Obrigado Avô Luís

Posted in Uncategorized by rf on Agosto 29, 2009

Há uns dias falaram-me de um livro chamado Massa Crítica por Philip Ball. Fiquei interessado e adicionei-o à minha lista de “a comprar”. Como tinha €15 em cheques FNAC que se estavam a aproximar rapidamente do final da sua vida útil, decidi que um destino digno para estes seria comprar o tal livro. Dado que não havia o original, procurei a tradução portuguesa do livro, espreitei, li um excerto, gostei, consultei o preço, li €45, confirmei se era a etiqueta certa, reli €45, devolvi o livro à prateleira e vim-me embora ainda escandalizado… Chegado a casa, fui directo à bookdepository.co.uk onde encontrei o mesmo livro (em inglês) por €9.69 já com portes e que segunda-feira já cá deve estar… Irra que traduzir para português sai caro!

Obrigado Avô Luís por me teres incutido o gosto pelo inglês sentado no teu sofá onde brincávamos aos pilotos de avião… 🙂

PS: por curiosidade fui ver o mesmo livro na fnac de nuestros hermanos… traduzir para castelhano pelos vistos é mais barato, dado que o livro custava uns módicos €30.

Medina Carreira @ SIC Notícias

Posted in Uncategorized by PO on Agosto 19, 2009

Chamem-me do “contra”, mas não posso deixar de admirar o Medina Carreira, além de ser extremamente directo e franco (qualidades que aprecio bastante), não deixa de meter o dedo nas feridas duma maneira que não vejo mais ninguém a fazer. Aqui está a última entrevista ao homem feita pela Sic Notícias:

http://sic.aeiou.pt/online/video/informacao/Negocios+da+Semana/2009/8/portugal-e-um-grande-caso-bpn.htm

E algumas frases, proveridas por MC, tiradas da mesma:

“Os partidos são alérgicos à qualidade!”

“Num partido com a maioria obsoluta eles (os deputados) não miam, para entrarem nas listas partidárias eles têm que ser obedientes, senão a seguir não servem para nada.”

“A discussão da direita e da esquerda têm pouca relevância no Portugal de hoje […], isso é uma trafulhice para enganar os eleitores”.

“Em cada partido há cinco ou seis relevantes, o resto está a fazer claque.”

“O Keynesianismo era de economias fechadas, protegidas, quando voçê gastava ‘100’ e era gasto em produtos portugueses.[…] Com esta política do Engº Sócrates, ele está a enriquecer a economia espanhola.”

– PO

Morte ao PIB

Posted in Uncategorized by PO on Agosto 10, 2009

Neste excelente artigo de opinião publicado hoje no NYT, o autor defende que o PIB deve ser eliminado ou em alternativa mudar de nome para algo que não nos faça confundir com uma medida de “bem-estar geral”.

Este artigo faz-me lembrar aquele bocado de sabedoria da autoria do Michael Bloomberg: “we have the tendency to compete on what we can measure”. Neste caso, a competição é feita entre economistas e políticos.

– PO